quarta-feira, 29 de julho de 2015

Peças do museu particular (2)

No dia que O GLOBO completa 90 anos, trago uma capa da combativa Tribuna da Imprensa, que - se não fosse extinta - teria completado 65 anos em dezembro de 2014. Era a minha leitura na época do vestibular, como contraponto ao "jornalão" O GLOBO (no dizer de Helio Fernandes, irmão do Millôr, e dono do jornal).


terça-feira, 28 de julho de 2015

Peças do museu particular (1)

Exemplar do jornal O DIA de 05 de março de 1992, ainda em preto e branco:


Propaganda do DETRAN em parceria com o extinto BANERJ. Parece que as coisas eram mais simples:


As fotos não "revelavam" diretamente no display da câmera:

Programação da TV - Tinha a TV Manchete e não havia a TV Record; Malhação ainda não existia:





segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Resultado final completo - Eleições 2012 em Nilópolis

Resultado final em Nilópolis - 100% das urnas apuradas.

Resultado para Prefeito:


Seq. Candidato Partido Votação % Válidos
*0001 ALESSANDRO CALAZANS PMN 48.137 48,67%
2 SERGIO SESSIM PP 46.312 46,82%
3 PESSANHA PSOL 4.460 4,51%



Resultado para vereadores:

* Os eleitos estão destacados em vermelho e em negrito. Já os primeiros suplentes em suas coligações estão destacados em azul.

Seq. Candidato Partido/Coligação Votação % Válidos
*0001 DEDINHO PDT - PDT / PTB 2.699 2,68%
*0002 MAURINHO PP - PRB / PP 2.622 2,60%
*0003 JORGE NEI PP - PRB / PP 2.366 2,35%
*0004 BOLA GALEGO PMDB - PMDB / PV 2.230 2,21%
*0005 PEDRO ALFREDO PMDB - PMDB / PV 2.223 2,21%
*0006 OSVALDO VIEIRA PT do B - PPS / PT do B 1.924 1,91%
*0007 ABRAÃOZINHO DAVID PSD - PTN / PRP / PSD 1.791 1,78%
*0008 ZE RIBEIRO PMN - PSDC / PRTB / PMN / PPL 1.780 1,77%
*0009 ISABEL PMN - PSDC / PRTB / PMN / PPL 1.648 1,63%
*0010 MARQUINHO TREMBAO PT - PT / PSB 1.549 1,54%
*0011 JORJÃO PSL - PSL / PR / PSDB 1.522 1,51%
*0012 DR. RODRIGO ROCHA PPS - PPS / PT do B 1.509 1,50%
13 DR. JOÃO MOREIRA PDT - PDT / PTB 2.101 2,08%
14 JORGINHO PQD PMDB - PMDB / PV 2.021 2,01%
15 MICHEL PP - PRB / PP 1.941 1,93%
16 ALEX MELO PMDB - PMDB / PV 1.911 1,90%
17 FARRUSQUINHA PMDB - PMDB / PV 1.891 1,88%
18 JULINHO CHAMBARELLI PMDB - PMDB / PV 1.670 1,66%
19 ALMIR PEREZ - MICA PSB - PT / PSB 1.508 1,50%
20 ENOC PMN - PSDC / PRTB / PMN / PPL 1.473 1,46%
21 EVEREST PMN - PSDC / PRTB / PMN / PPL 1.470 1,46%
22 BETINHO BATISTA PSL - PSL / PR / PSDB 1.465 1,45%
23 TUNINHO CARROCEIRO PPS - PPS / PT do B 1.445 1,43%
24 MORAES PSD - PTN / PRP / PSD 1.340 1,33%
25 JORGE ELOY PMN - PSDC / PRTB / PMN / PPL 1.324 1,31%
26 BAHIA PMDB - PMDB / PV 1.322 1,31%
27 PATRICIA GRIPP PR - PSL / PR / PSDB 1.318 1,31%
28 WANDERLEY CARDOSO PPS - PPS / PT do B 1.300 1,29%
29 REGINHO PPS - PPS / PT do B 1.247 1,24%
30 EDILSON MARINHO PT - PT / PSB 1.207 1,20%
31 ROGÉRIO CAMARADA PDT - PDT / PTB 1.086 1,08%
32 ANIBAL NOVAES PTN - PTN / PRP / PSD 1.084 1,08%
33 BENONI PR - PSL / PR / PSDB 1.074 1,07%
34 RENATO DA VAN PTN - PTN / PRP / PSD 1.011 1,00%
35 JULIO CESAR PMDB - PMDB / PV 1.001 0,99%
36 MARQUINHO SALVIANO PTN - PTN / PRP / PSD 950 0,94%
37 CHUMBINHO PTN - PTN / PRP / PSD 898 0,89%
38 KLETER PPS - PPS / PT do B 897 0,89%
39 ELIONAI PDT - PDT / PTB 870 0,86%
40 ISAIAS SANTOS PRB - PRB / PP 858 0,85%
41 ANDERSON GORDO PMN - PSDC / PRTB / PMN / PPL 824 0,82%
42 CELSO DUTRA PMDB - PMDB / PV 773 0,77%
43 JEFERSON ROSILVO PSDB - PSL / PR / PSDB 735 0,73%
44 ARNÔ PTN - PTN / PRP / PSD 732 0,73%
45 DUDU AMORIM PP - PRB / PP 719 0,71%
46 DUDU DA COMUNIDADE PDT - PDT / PTB 718 0,71%
47 PAULINHO MENEZES PMDB - PMDB / PV 693 0,69%
48 PROFESSORA NILCEA PSD - PTN / PRP / PSD 689 0,68%
49 PROFESSORA MARI PP - PRB / PP 675 0,67%
50 ROBSON DAS LAJES PT - PT / PSB 646 0,64%
51 WALTINHO PSDC - PSDC / PRTB / PMN / PPL 641 0,64%
52 ADEMIR CARTEIRO PPS - PPS / PT do B 622 0,62%
53 ITA PP - PRB / PP 611 0,61%
54 VANDERSON COELHO PDT - PDT / PTB 602 0,60%
55 DOUGLAS PAPEL PPS - PPS / PT do B 596 0,59%
56 ALVINHO PPS - PPS / PT do B 572 0,57%
57 MARQUINHO DO NOVO HORIZONTE PT - PT / PSB 483 0,48%
58 ADEMAR BARBOSA PMN - PSDC / PRTB / PMN / PPL 453 0,45%
59 RUI VIEIRA PMDB - PMDB / PV 450 0,45%
60 LEANDRO SALES PSDC - PSDC / PRTB / PMN / PPL 434 0,43%
61 IARA DO CABRAL PSD - PTN / PRP / PSD 426 0,42%
62 WAGNER MENDES PSD - PTN / PRP / PSD 420 0,42%
63 GERSON CHAMUSCA PPS - PPS / PT do B 416 0,41%
64 MARCELINHO DA OFICINA PP - PRB / PP 404 0,40%
65 IRMÃO REINALDO PP - PRB / PP 389 0,39%
66 PERNINHA PTN - PTN / PRP / PSD 364 0,36%
67 DELEY PSD - PTN / PRP / PSD 363 0,36%
68 GLAUCIO BOMBEIRO PT do B - PPS / PT do B 362 0,36%
69 ALEXANDRE XANDÓ PSDB - PSL / PR / PSDB 359 0,36%
70 MARKINHO SPEEDY PMDB - PMDB / PV 354 0,35%
71 DORIS HIPOLITO PT do B - PPS / PT do B 349 0,35%
72 DOUTOR MARCOS PT - PT / PSB 346 0,34%
73 CLAUDINHO DO AZ PRB - PRB / PP 331 0,33%
74 GILSON SOTERO PTB - PDT / PTB 322 0,32%
75 BIJUCA PC do B - PSC / PC do B 315 0,31%
76 AILTON PEREIRA PSL - PSL / PR / PSDB 307 0,30%
77 RUSSÃO DA STILO PSDB - PSL / PR / PSDB 305 0,30%
78 BINHO PMDB - PMDB / PV 298 0,30%
79 MARIO LIMA DAS PLAQUINHAS PRP - PTN / PRP / PSD 297 0,29%
80 ARMANDO PTN - PTN / PRP / PSD 290 0,29%
81 IVAN LACERDA PT - PT / PSB 286 0,28%
82 MAICO DIAS PP - PRB / PP 284 0,28%
83 KLEBER ALVES PSDC - PSDC / PRTB / PMN / PPL 284 0,28%
84 PAULO SARDINHA PPS - PPS / PT do B 282 0,28%
85 LIA MARA PMDB - PMDB / PV 279 0,28%
86 SERGINHO INPS PDT - PDT / PTB 272 0,27%
87 MOACYZINHO PSB - PT / PSB 271 0,27%
88 SHEILA BOTELHO PDT - PDT / PTB 266 0,26%
89 ALEX PQD PSB - PT / PSB 265 0,26%
90 ROBERTÃO PDT - PDT / PTB 263 0,26%
91 BERE DO NOVO HORIZONTE PSB - PT / PSB 262 0,26%
92 ADRIANO SILVA PC do B - PSC / PC do B 262 0,26%
93 RENATO PELLEGRINI PT - PT / PSB 257 0,25%
94 MESTRE SERPENTE PT - PT / PSB 256 0,25%
95 SHALLON PDT - PDT / PTB 252 0,25%
96 TOTI PSD - PTN / PRP / PSD 240 0,24%
97 GEOMAR PSOL 232 0,23%
98 WALLACE BARBOSA PSDB - PSL / PR / PSDB 221 0,22%
99 PLAY PPS - PPS / PT do B 215 0,21%
100 VALCIMERIO PT - PT / PSB 215 0,21%
101 HELIO DA DIVA PTN - PTN / PRP / PSD 210 0,21%
102 PAULINHO PMN - PSDC / PRTB / PMN / PPL 207 0,21%
103 CESAR DO BAR PSL - PSL / PR / PSDB 205 0,20%
104 BAIANO DO SACOLÉ PSL - PSL / PR / PSDB 201 0,20%
105 CELIA FERREIRA PP - PRB / PP 200 0,20%
106 ROBSON SANTOS PP - PRB / PP 200 0,20%
107 JORGE CARTEIRO PMDB - PMDB / PV 199 0,20%
108 NERALDO CASEMIRO PR - PSL / PR / PSDB 199 0,20%
109 ALCIR LANCHES PSB - PT / PSB 194 0,19%
110 LOPITA PDT - PDT / PTB 192 0,19%
111 ANDRE DA GRAFICA PDT - PDT / PTB 186 0,18%
112 ANDRÉ CAMELÔ PDT - PDT / PTB 180 0,18%
113 JOSHNSON BANDEIRA PPS - PPS / PT do B 175 0,17%
114 DEDE PSDC - PSDC / PRTB / PMN / PPL 173 0,17%
115 BOLINHA PDT - PDT / PTB 170 0,17%
116 RENATO BORRACHEIRO PC do B - PSC / PC do B 166 0,16%
117 SERGINHO PORTUGUES PC do B - PSC / PC do B 162 0,16%
118 THIAGO FERNANDES PSB - PT / PSB 159 0,16%
119 JORGE LUIZ PC do B - PSC / PC do B 158 0,16%
120 RONAN OLIVEIRA PR - PSL / PR / PSDB 158 0,16%
121 LUCIANO MEU AMOR PSOL 156 0,15%
122 CESAR JARDIM PRTB - PSDC / PRTB / PMN / PPL 155 0,15%
123 ITALO BRANDÃO PSDC - PSDC / PRTB / PMN / PPL 153 0,15%
124 ANGELICA MOREIRA PT - PT / PSB 153 0,15%
125 PH PSOL 147 0,15%
126 ROBSON DA OTICA PMDB - PMDB / PV 140 0,14%
127 FABIO RAPOSO PSOL 138 0,14%
128 PROF. CIDNEY PSOL 132 0,13%
129 HELTON CANTOR PP - PRB / PP 130 0,13%
130 RAMIRO ROSA PSB - PT / PSB 129 0,13%
131 PROFESSOR ROBERTO PSDC - PSDC / PRTB / PMN / PPL 123 0,12%
132 CABELUDO PR - PSL / PR / PSDB 122 0,12%
133 GILSON SANTOS PPL - PSDC / PRTB / PMN / PPL 121 0,12%
134 FABIO FERREIRA PRP - PTN / PRP / PSD 117 0,12%
135 CIRILO PSOL 116 0,12%
136 MARY CORREA PT - PT / PSB 112 0,11%
137 JR PDT - PDT / PTB 106 0,11%
138 NEUZINHA PT - PT / PSB 101 0,10%
139 ANDRE BAR MEM PSDC - PSDC / PRTB / PMN / PPL 100 0,10%
140 BETINHO DO CABRAL PMDB - PMDB / PV 97 0,10%
141 ROBSON PARÁ PRB - PRB / PP 94 0,09%
142 EDESIO DE ANDRADE PT do B - PPS / PT do B 91 0,09%
143 ENY CHAVES PV - PMDB / PV 91 0,09%
144 TERESINHA DIAS PV - PMDB / PV 91 0,09%
145 MARINHO DO SALGADO PT do B - PPS / PT do B 88 0,09%
146 PAULINHO DA FEIRA PDT - PDT / PTB 88 0,09%
147 SERGIO PSOL 88 0,09%
148 NENEM DO GÁS PDT - PDT / PTB 86 0,09%
149 PROF. LEO GOMES PSDB - PSL / PR / PSDB 72 0,07%
150 BATATA PC do B - PSC / PC do B 70 0,07%
151 FABIANA GOES PTN - PTN / PRP / PSD 69 0,07%
152 ELON JUNIOR PSD - PTN / PRP / PSD 68 0,07%
153 DRª VENICE BETINHA PDT - PDT / PTB 67 0,07%
154 CARLOS DANTAS (BAIXINHO) PRB - PRB / PP 64 0,06%
155 ANA ROSA PR - PSL / PR / PSDB 63 0,06%
156 ROSANGELA CANTORA PSB - PT / PSB 62 0,06%
157 ROSANA RENOVAÇÃO PDT - PDT / PTB 57 0,06%
158 GIL NEY PSOL 57 0,06%
159 EDILENE QUARESNA PR - PSL / PR / PSDB 56 0,06%
160 RONALDO DO ZENÓBIO PC do B - PSC / PC do B 56 0,06%
161 RITA DE CASSIA PSDC - PSDC / PRTB / PMN / PPL 55 0,05%
162 ANDREA DO IDEAL PDT - PDT / PTB 54 0,05%
163 PASTOR CELINHO PP - PRB / PP 53 0,05%
164 IRMÃ GEDALVA (RUSSA) PP - PRB / PP 51 0,05%
165 JORGE NEGÃO PP - PRB / PP 51 0,05%
166 ZEZE DO POSTO PT - PT / PSB 50 0,05%
167 FERNANDA PR - PSL / PR / PSDB 50 0,05%
168 TANINHA DA SAÚDE PP - PRB / PP 49 0,05%
169 É O PINTO PSC - PSC / PC do B 49 0,05%
170 EGO DE NILOPOLIS PR - PSL / PR / PSDB 42 0,04%
171 TIO PINDUCA PSOL 41 0,04%
172 ELAINE NORONHA PMN - PSDC / PRTB / PMN / PPL 40 0,04%
173 ANA LUCIA PSDB - PSL / PR / PSDB 38 0,04%
174 LEANDRO BRUM PSC - PSC / PC do B 35 0,03%
175 MARQUINHO PSC - PSC / PC do B 34 0,03%
176 LENE PT do B - PPS / PT do B 34 0,03%
177 CHICO ALBUQUERQUE PSC - PSC / PC do B 31 0,03%
178 MONIQUE LESSE PTN - PTN / PRP / PSD 31 0,03%
179 ÁTILA CÓCCOLI PC do B - PSC / PC do B 30 0,03%
180 MARILENE ALVES PSB - PT / PSB 29 0,03%
181 ROSÂNGELA MARQUES PDT - PDT / PTB 28 0,03%
182 PATRICIA MEDINA PV - PMDB / PV 22 0,02%
183 CRIS DACINHA PSDC - PSDC / PRTB / PMN / PPL 22 0,02%
184 SANDRA PFEIFFER PV - PMDB / PV 21 0,02%
185 LOURDES PC do B - PSC / PC do B 20 0,02%
186 GM FASSINI PT do B - PPS / PT do B 19 0,02%
187 CARMEM DA PORTARIA PC do B - PSC / PC do B 18 0,02%
188 ANA DAS LATINHAS PSB - PT / PSB 17 0,02%
189 JOSENEA PV - PMDB / PV 15 0,01%
190 GILBERTO OLIVEIRA PSOL 15 0,01%
191 CARLA SIMPATIA PC do B - PSC / PC do B 15 0,01%
192 DANILO CEZAR PSC - PSC / PC do B 15 0,01%
193 DIRCE DA ESTÉTICA PC do B - PSC / PC do B 13 0,01%
194 MARIA CRISTINA PSOL 12 0,01%
195 WALQUIRIA SAETA PT do B - PPS / PT do B 11 0,01%
196 JOICE DO SALÃO PC do B - PSC / PC do B 8 0,01%
197 ABIGAIL NOVO PSOL 4 0,01%
198 DEMOCREIA PSOL 3 0,01%
199 VANIA RODRIGUES PT - PT / PSB 3 0,01%
200 RENATA COSTA PC do B - PSC / PC do B 3 0,01%
201 CLEO SILVEIRA PTN - PTN / PRP / PSD 2 0,01%
202 ANA LUCIA PSOL PSOL 2 0,01%
203 ZENAIDE LOPES PC do B - PSC / PC do B 2 0,01%
204 PEDRO FARO PC do B - PSC / PC do B 1 0,01%
205 AMELINHA PMDB - PMDB / PV 1 0,01%
206 ALINE BARROS PV - PMDB / PV 1 0,01%
207 GELSON PSOL 0 0,00%
208 ISLENE PPS - PPS / PT do B 0 0,00%
209 MARTA DEDINHO PDT - PDT / PTB 0 0,00%
210 NELILAINE PP - PRB / PP 0 0,00%

domingo, 7 de outubro de 2012

Nova Câmara de Vereadores de Nilópolis


100% das urnas apuradas. Os vereadores eleitos são:

DEDINHO (PDT)
MAURINHO (PP)
JORGE NEI (PP)
BOLA GALEGO (PMDB)
PEDRO ALFREDO (PMDB)
OSVALDO VIEIRA (PT do B)
ABRAÃOZINHO DAVID (PSD)
ZE RIBEIRO (PMN)
ISABEL (PMN)
MARQUINHO TREMBAO (PT)
JORJÃO (PSL)
DR. RODRIGO ROCHA (PPS)

Veja o resultado completo com o número de votos de cada eleito em http://grifonosso.blogspot.com/2012/10/resultado-final-completo-eleicoes-2012.html .


CURIOSIDADE

Ficaram entre os doze mais votados, mas não se elegeram devido a forte concorrência de suas coligações os seguintes candidatos:


Dr. João Moreira (PDT), 2.101 votos;
Jorginho PQD (PMDB), 2.021 votos;
Michel (PP), 1.941 votos;
Alex Melo (PMDB), 1.911 votos;
Farrusquinha (PMDB), 1.891 votos.




Nilópolis - Resultado final para prefeito


Resultado final em Nilópolis - 100% das urnas apuradas.

Resultado para Prefeito:

1 ALESSANDRO CALAZANS PMN - 48.137 votos - 48,67%
2 SÉRGIO SESSIM PP - 46.312 votos - 46,82%
3 PESSANHA PSOL - 4.460 votos - 4,51%

sábado, 6 de outubro de 2012

Eleições em Nilópolis - Palpites para a Câmara

Observando a composição da coligações, resolvi arriscar alguns palpites:

- A maior briga acontecerá no PMDB. O partido, que está coligado com o PV, deverá eleger três vereadores. Até um quarto vereador é possível. Nenhum deles da atual legislatura.

- É possível que sete atuais vereadores sejam reeleitos. Talvez um pouco menos.

- O vereador que melhor escolheu seu partido foi que se filiou ao PSD. Os outros candidatos da legenda PSD-PTN-PRP apenas ajudarão a elegê-lo. Dificilmente elegerá um segundo vereador.

- O partido do atual prefeito poderá encolher na Câmara. Talvez só eleja um vereador. Caso isso realmente aconteça, dois atuais vereadores brigarão pela vaga. Mas, nesse caso, tudo fica resolvido se o prefeito se reeleger. É só ele nomear secretário o vereador que se reeleger, para o suplente (segundo colocado) assumir a vaga na Câmara.

- A coligação PSB-PT corre o risco de não eleger vereador. Se eleger, o mais provável é que seja um ex-vereador filiado agora ao PSB.

- A qualidade da Câmara, infelizmente, não melhorará. É possível que seja eleito apenas um vereador calouro... O que também não significa nada.

Por ora, é isso que eu tenho para palpitar.

* * * * *

Atualização em 08 out. 2012, às 23:40:


- Acertei que a maior briga aconteceria no PMDB. Entre os dezoito mais votados, seis são do PMDB. No entanto errei quando disse que o partido poderia eleger três vereadores. Elegeu dois somente. Errei também quando disse que nenhum dos eleitos seria da atual legislatura. Pedro Alfredo foi reeleito.

- Palpitei que seriam reeleitos sete atuais vereadores ou menos. Errei. Foram oito os reeleitos.

- Acertei na mosca quando disse que o vereador que melhor escolheu seu partido foi o que se filiou ao PSD; e que os outros candidatos da legenda PSD-PTN-PRP apenas ajudarão a elegê-lo. Abraãozinho foi reeleito e o segundo colocado de sua coligação nem sequer o ameaçou em número de votos.

- Disse que o PP talvez só elegesse um vereador e errei. Elegeu dois.

- Disse que a coligação PSB-PT corria risco de não eleger vereador; mas que, se acontecesse, o mais provável fosse um ex-vereador filiado agora ao PSB. Errei. Elegeu um vereador; e de outro partido - o PT.

 - Palpitei que seria eleito apenas um vereador calouro... Errei feio. Foram quatro! Maurinho, Bola, Marquinho Trembão e Dr. Rodrigo Rocha.

- Disse também que qualidade da Câmara, infelizmente, não melhorará. Disso eu não tenho dúvida alguma. Até porque tirando os quatro novatos, todos os outros oito são vereadores reeeleitos.



* * * * *

Você pode gostar de ler a minha análise das eleições municipais passadas:
http://grifonosso.blogspot.com.br/2008/10/analisando-os-resultados.html


Ou ainda "Palpites e prognósticos" (para a eleição de prefeito)
http://grifonosso.blogspot.com.br/2012/08/eleicoes-em-nilopolis-palpites-e.html .

domingo, 30 de setembro de 2012

Nilópolis - Elegendo vereador sem querer


Um vereador em Nilópolis não se elege apenas com os votos de seus eleitores. Nas eleições municipais passadas, em 2008, o quociente eleitoral (quantidade mínima de votos necessária para eleger um vereador) foi de 8.136 votos. O candidato mais votado no município, no entanto, obteve apenas 2.928 votos; e o menos votado entre os eleitos obteve 1.260 votos.


O que possibilitou a eleição dos mesmos foram os votos dados em outros candidatos do mesmo partido ou coligação. Por isso saiba que o voto dado num determinado candidato de sua preferência, pode ajudar a eleger outro de sua antipatia.

Os candidatos de uma mesma coligação travam uma disputa externa e outra interna. Eles dependem de que os colegas sejam bem votados para legenda ter um bom resultado; mas cada um precisa se destacar, sendo o mais votado do grupo. Em Nilópolis uma coligação costuma eleger no máximo dois ou três vereadores; que serão os mais votados da disputa interna do grupo. Os votos dados aos outros (os que não foram eleitos) não são desperdiçados, como se pensa... Eles servem para eleger esses primeiros colocados nos grupos (coligações).

Diante disso, recomendamos que examine as listas de cada uma das coligações que concorrem em Nilópolis ao cargo de vereador, para saber em quem você corre o risco de ajudar a eleger indiretamente. Por isso, pense bem, antes de votar.


PSOL (50) - partido sem coligação

Coligação PT e PSB (13 e 40)

Coligação PCdoB e PSC (65 e 20)

Coligação PPS e PTdoB (23 e 70

Coligação PDT e PTB (12 e 14)

Coligação PMDB e PV (15 e 43)

Coligação PMN, PSDC, PRTB e PPL (33, 27, 28 e 54)


Coligação PSDB, PR e PSL (45, 22 e 17)

Coligação PP e PRB (11 e 10)

Coligação PSD e PTN (55 e 19)

Confira, também, a postagem "Eleições em Nilópolis: Palpites e prognósticos".

O resultado das eleições para vereadores está em http://grifonosso.blogspot.com/2012/10/nova-camara-de-vereadores-de-nilopolis.html

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Ler para transformar o mundo

Continuamos a nossa campanha de promoção do livro e da leitura, trazendo a seguinte informação:


O Ministério da Cultura (MinC) lançou ontem (02/08) a segunda etapa de campanha "Leia Mais, Seja Mais", que busca incentivar a leitura nas classes C, D e E. 

"Quanto mais você lê, mais o mundo se transforma" é um dos lemas da campanha que disponibiliza na internet material para ampla divulgação como vídeo, spots para rádios e áudios para espera telefônica que recitam trechos de clássicos da literatura nacional.



Material da campanha: http://www.cultura.gov.br/site/2012/08/02/leia-mais-seja-mais-2/

Eleições em Nilópolis: Palpites e prognósticos


Baseado no resultado nos resultados das últimas eleições para prefeito em Nilópolis (RJ) e nas correlações de força, meu palpite - que aponta empate técnico – é o seguinte:

Sérgio Sessim (PP) – 48.65%
Alessandro Calazans (PMN) – 47,75%
Pessanha (PSOL) – 3,90%

Essa é uma expectativa considerando apenas os votos válidos. Arriscaria uma margem de erro de 2%. Explico-me como cheguei até ela:

- Em 2000, o prefeito (que é da mesma corrente política de Sérgio Sessim) foi eleito com 51,19% e em 2004 reeleito com 58,67%. Na mesma proporção, Sérgio Sessim, que foi eleito em 2008 com 42,78%, cresceria até 48,65%.

- Já o voto em Pessanha, eu estimei calculando a média entre os votos no candidato do PV em 2008 e os votos dados no candidato do PT em 2004; que são os votos creditados à esquerda e os votos de protesto.

- Subtraindo essas duas variáveis, cheguei à estimativa do que seriam os votos dados ao candidato Calazans: 47,75%.

* * * * *

Fatores que podem derrubar esse palpite puramente matemático:

- Sérgio Sessim pode crescer menos do que o prefeito que se reelegeu em 2004.

- Os votos válidos dados em Calazans e Neca (hoje aliados) em 2008, se somados, chegariam agora a 53,1% dos votos válidos. Por outro lado, Calazans pode não herdar os votos dados a Neca - o segundo colocado em 2008.

- É difícil estimar os votos que Pessanha receberá, pois será a primeira campanha do PSOL em Nilópolis. Pode herdar um maior número de votos de protesto.

- Por fim, concluo que o fator que decidirá essas eleições - excluindo a possibilidade de compra de votos - será não a predileção, mas a rejeição. Entre os dois favoritos, levará a melhor aquele que for menos rejeitado. Nesse prognóstico, o terceiro candidato - sem o poder econômico dos grandes partidos - aparece como uma alternativa aos que, rejeitando os dois outros candidatos, preferirem não anular o voto.

* * * * *

Atualização no dia 07 out. 2012, às 23:36: O resultado das eleições para prefeito está em http://grifonosso.blogspot.com/2012/10/nilopolis-resultado-final-para-prefeito.html

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Primeiras letras - blogueiro por um dia

Ponto de vista - 16 jul. 2012


O texto abaixo foi publicado sexta-feira, dia 13 de julho de 2012, n'O GLOBO Online - seção "blogueiro por um dia" do blog do colunista Ancelmo Góis; e trata sobre a importância de ensinar às crianças o mundo da leitura. Os grifos devem ser vossos.

* * * * *

PRIMEIRAS LETRAS

por Anderson Moura


“Os livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas” (Mário Quintana). 


Vemos o planeta em ebulição; gente nos quatro cantos do mundo, conectadas nas redes sociais, organizando protestos e derrubando governos autoritários e intolerantes... Mas e no caso do Brasil? Falta muito para vencermos o maior entrave às engrenagens da igualdade social: a corrupção. Desta maneira, o mais importante é cultivarmos o não-conformismo e colaborarmos para que um número maior de pessoas seja capaz de ler o mundo e reinterpretá-lo à luz das mudanças necessárias. É justamente aí que reside o papel fundamental da educação e da promoção da leitura. 

Uma recente pesquisa divulgada no primeiro semestre pelo Instituto Pró-Livro diz que o brasileiro tem lido cada vez menos livros. Sinceramente, não é o que temos observado por aí... Além do mais, sabemos que quantidade de livros lidos não é quantidade de páginas. Vários dos livros que estão nas listas de mais vendidos há várias semanas são verdadeiros calhamaços. Um dos volumes de uma dessas séries juvenis de fantasia épica tem cerca de 900 páginas! No Skoob (Do inglês ‘books’. Livros, de trás para frente) – a rede social dos aficcionados em livros – constatamos que os títulos de ficção de bruxinhos e vampiros estão entre os mais lidos na atualidade; e, na vida real, facilmente podem ser encontrados nas carteiras de colégios, nas mãos de estudantes. Se despertarem o jovem para o hábito de leitura, certamente podem significar o ponto de partida para o contato com outros gêneros literários. 

O escritor e cartunista Ziraldo, autor de "O Menino Maluquinho", costuma dizer que “ler é mais importante do que estudar”. O dito já gerou polêmica entre educadores; mas concluímos que a afirmação é certeira, pois só gosta de estudar quem gosta de ler. Como podemos, então, incentivar de forma eficaz o gosto pela leitura? 

As primeiras letras devem ser incentivadas desde cedo, contando histórias para as crianças; presenteando-as com revistas de história em quadrinhos; apresentando-as o mundo dos livros; levando-as para conhecer uma biblioteca; ou dando a elas oportunidade de escolher um livro numa visita à livraria. A criança também crescerá aprendendo a gostar de ler, se ver os adultos praticando o mesmo hábito saudável; como a torcida do clube de futebol que cresce pela ação dos pais que vestem a camisa do time e presenteiam seus filhos com ela desde o berço. São atividades nobres como plantar uma árvore e regá-la... sem elas não colheremos os frutos de uma sociedade melhor.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Leitura libertadora

Ponto de vista - 09 jul. 2012

Destacamos, a seguir, um artigo de Martha Medeiros, publicado ontem em sua coluna da dominical revista O GLOBO (p. 24) do jornal de mesmo nome, intitulado "Livro, um alvará de soltura". Ela fala da polêmica medida que agora permite aos presos federais reduzirem sua pena lendo livros e também incentiva seus leitores a doarem os livros que só enfeitam as estantes. Os grifos são nossos:

"Costumo brincar dizendo que, para conseguir ler todos os livros que me enviam, só se eu pegasse uma prisão perpétua. Pois é de estranhar que, habituada a fazer essa conexão entre isolamento e livros, tenha me passado despercebida a matéria que saiu recentemente nos jornais (da qual fui gentilmente alertada por uma leitora) de que os detentos de penitenciárias federais que se dedicarem à leitura de obras literárias, clássicas, científicas ou filosóficas poderão ter suas penas reduzidas. A cada publicação lida, a pena será diminuída em quatro dias, de acordo com a Portaria 276 do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). No total, a redução poderá chegar a 48 dias em um ano, com a leitura de até 12 livros. Para provar que leu mesmo, o detento terá que elaborar uma resenha que será analisada por uma comissão de especialistas em assistência penitenciária.

A ideia é muito boa, então, por favor, não compliquem. Não exijam resenha (eles lá sabem o que é resenha?) nem nada assim inibidor. Peçam apenas que o sujeito, em poucas linhas, descreva o que sentiu ao ler o livro, se houve identificação com algum personagem, algo bem simples, só para confirmar a leitura. Não ameacem o pobre coitado com palavras difíceis, ou ele preferirá ficar encarcerado para sempre.

Há presos dentro e fora das cadeias. Muito adolescente está preso a maquininhas tecnológicas que facilitam a conexão com os amigos, mas não consigo mesmo. Adultos estão presos às telenovelas e aos reality shows quando poderiam estar investindo o tempo em algo muito mais libertador. Milhares de pessoas acreditam que ler é difícil, ler é chato, ler dá sono, e com isso atrasam seu desenvolvimento, atrofiam suas ideias, dão de comer a seus preconceitos, sem imaginar o quanto a leitura os libertaria dessa vida estreita.

Ler civiliza.

Essa boa notícia sobre atenuação de pena é praticamente uma metáfora. Leitura = liberdade. Não é preciso ser um criminoso para estar preso. O que não falta é gente confinada na ignorância, sem saber como escrever corretamente as palavras, como é viver em outras culturas, como deixar o pensamento voar. Um livro é um passaporte para um universo rico e irrestrito. O livro é a vista panorâmica que o presídio não tem, a viagem ao redor do mundo que o presídio impede. O livro transporta, transcende, tira você de onde você está.

Por receber uma quantidade inquietante de livros, e sem ter onde guardá-los todos, costumo fazer doações para escolas e bibliotecas com frequência. Poucos meses atrás, doei alguns exemplares para um presídio do Rio de Janeiro, e sugiro que todas as pessoas que tenham livros servindo de enfeite em casa façam o mesmo. Que se cumpram as penas, mas que se deixe a imaginação solta."