quinta-feira, 22 de maio de 2008

Fluminense vivo na Libertadores

São quase 02:00 da manhã, e eu estou aqui aceso depois da vitória do meu Fluminense sobre o São Paulo; o que valeu a classificação para as semifinais da Copa Libertadores da América.

As cadelas vieram para próximo de mim quando estouraram os fogos de artifício que comemoraram o segundo gol. Mas eu gritei tão alto comemorando o terceiro gol, que elas se assustaram e correram no sentido contrário. Preferiram encarar o estampido dos fogos.
Ahh. E ainda acordei minha digníssima esposa.

Engraçado foi ver os depoimentos de outros tricolores cariocas no fórum de um site de relacionamentos. Mais de seiscentos comentário em uma hora.

A pergunta era: Qual foi a sua reação depois do terceiro gol? Veja o que os torcedores responderam:

- Saí bicando [chutando] as portas, máquina de lavar roupa, o cachorro, etc.

- Acordei minha esposa, meu filho e minha filha. É demais pro meu coração.

- Coitada da minha mãe. Ela estava dormindo quando soltei aquele grito de gol.

- Gritei muito! E ainda por cima acordei minha filha e esposa. Tomei o maior esculacho.

- Eu gritei muito; e abracei o meu cunhado flamenguista que ficou agourando o jogo todo. Acordei meu sobrinho recém-nascido, que começou a chorar.

- Gritei, e depois comecei a rir igual a criança. Minha mulher acordou no susto. Me deu pena dela; mas foi bem-feito: ela é flamenguista!

Como vocês veem, muita gente foi acordada nessa noite.

Uma torcedora chamada Gabriella disse o seguinte:

- Eu quase tive um orgasmo.

Um deles cometeu um ato que beirou à insanidade:

- Corri de cueca na rua.

Um outro quase perdeu os sentidos:

- Eu nem sei o que eu fiz. Só sei que gritei até minha garganta arder. Pensei que eu ia ter um enfarte... Juro.

A torcedora Laura foi vingativa:

- Xinguei todos os flamenguistas que estavam colocando vodu, e comecei a gritar!!


E uma outra, diante do gol já nos últimos minutos, lançou uma pergunta:

- Quero ver quem vai dizer que o Sobrenatural de Almeida não existe?

E uma outra moça sentenciou:

- Por isso a patrocinadora do Flu é a UNIMED. Porque tem que ter coração [saudável]!

É verdade, companheira. Se fosse o Galvão Bueno o narrador da partida, com certeza ele diria o famoso bordão: Haja coração, amigo!

Um comentário:

Danielle disse...

Realmente foi demais a vitória do Flu. Minha reação foi só gritar!!!

Ótimo blog, como sempre!